terça-feira, 29 de março de 2011

Dependo de Ti


Pai, perdoa-me, se um dia reneguei
A verdade do Calvário
Se eu deixei de lembrar
Das feridas que marcaram o Seu corpo por mim.
Sei que ás vezes fecho os olhos pra não enxergar
O que eu devia sofrer no seu lugar
Tua misericórdia foi o que me restou
Pra eu me render ao Teu poder.
Eu dependo tanto de Ti, meu Senhor
Teu exemplo mostrou a essência do amor
Todos os meus pecados Jesus carregou
Reconheço que sou um pedaço da cruz.